FOTO DA SEMANA

CHEVROLET CARAVAN SS

 mas

Parabéns ao proprietário pela bela Caravan.

BOA SEMANA A TODOS!!!

17

05 2016

O AUTO E VOCÊ

BLOG GARAGEM DO MÁRDEL PERGUNTA

AO AMIGO

Nome: Jose de Carvalho Neto

Idade: 53

Naturalidade: Brasileira

Onde Reside: Rio de Janeiro – RJ

Profissão: Empresário

3 13

1- BGM – Qual é o seu carro antigo preferido?

Dificil ter um preferido com tantas maravilhas fabricadas, mas em termos de Brasil é o Santa Matilde sem dúvida, tive 9. Um hatch, 4 coupe e 4 conversíveis.

2- BGM – Quando criança, qual era sua relação com o carro?

Quando criança não via muitos carros. Meu contato se limitava aos carrinhos de plástico que ganhava.

3- BGM - Qual carro mais marcou sua infância, adolescência e juventude?

Na infância foi o Simca Chambord. Um amigo do meu pai tinha um e só vi o carro uma vez. Foi o suficiente pra me apaixonar pelas linhas do carro.
Já na juventude foram três, o Opala, o SP2 e o SM.

4- BGM – Com que idade aprendeu a dirigir, qual carro e de quem era?

Aprendi com 13 anos numa Brasília do meu pai.

5- BGM – Qual foi seu primeiro carro, que idade tinha? Fale um pouco dele.

Meu primeiro carro foi um SP2 1974 branco. Eu tinha uma moto Suzuki GT 380 na época e estava interessado por uma menina do colégio que estudava. O problema é que ela tinha medo de andar de moto e não queria sair comigo por isso. Vendi a moto e saí procurando um carro. Buscava um Opala 4 portas, mas no caminho para ver um me deparei com esse SP2 com placa de vendo. Foi amor a primeira vista. Me custou 260 mil não lembro o quê.

6- BGM – Conte algum fato a bordo de um carro que marcou sua vida.

Eu havia comprado um Farus com motor de Fiat 147 e o carro tinha um problema, o motor jogava uma boa dose do oléo pelo respiro do carburador. Acontecia aleatoriamente e era imprevisível. Saí de casa e fui para praça Saens Pena na Tijuca, para dar uma paquerada. Pois bem, quando já estava praticamente parado e cheio de gente olhando para o carro (chamava muita a atenção, era um carrão na época), o maldito motor resolveu golfar o óleo para o carburador. Pimba, cortina de fumaça HAHAHAHA o povo não sabia pra onde ir por conta da fumaça fedida. Era muuuuuuita fumaça. Que mico.

7- BGM – Que carro atual de uso diário você tem e o que acha dele?

Tenho um Mitsubishi ASX. O carro não é nenhuma maravilha, mas é um 4×4 e preciso de um para chegar até meu sítio. Tem boa estabilidade, como todo Mitsubishi, mas é um pouco beberrão.

8- BGM – Como vê o movimento do Antigomobilismo no Brasil?

Acredito que todo movimento no sentido de divulgar e preservar a história do automóvel, principalmente do automóvel brasileiro, deva ser apoiado. É claro que existe neste meio pessoas com interesses não tão culturais, mas nada é perfeito e cada um pode fazer a sua parte.

9- BGM – Participa de algum clube de veiculo antigo? Fale um pouco dele.

O SMClube. O SMClube é  um clube sem mensalidades, sem taxas, sem obrigações e sem presidentes. Todos são responsáveis pela divulgação da história do SM, sem que haja necessidade de caciques para tal. O motivo da união é a paixão pelo SM, pura e simplesmente isso.

10- BGM – Deixe uma mensagem aos amigos antigomobilistas e leitores deste Blog!

A mensagem é que ajudem a divulgar a história dos autos. É um mundo fascinante que desperta curiosidade de muitas pessoas. Paciência com os curiosos.

Grande abraço e parabéns pelo trabalho, Mardel.

ABAIXO  FOTOS DOS CARROS DO JOSÉ CARVALHO

1 8

9 5

8 7

untitled 16

7 10

4 11

10 3

15

05 2016

ESPAÇO HENRIQUE MORAES – TERESÓPOLIS – RJ

O CARRO ANTIGO MAIS QUERIDO DO BRASIL!

ARTHUR, UM ANTIGOMOBILISTA, HERÓI DE UMA NAÇÃO.

1 6

2 9

Há muito tempo tenho me esmerado em realizar esta matéria, já esbocei algumas linhas, fiz diversos contatos, mas sinceramente falando, queria coroar minhas humildes e respeitosas palavras com um texto digno de um profissional, de um jornalista. Posso dizer que fui muito além das minhas fantasias, pois do tamanho de um cisco, me transformei num gigante, na dimensão da maior torcida de futebol deste Brasil. A torcida do Flamengo. Com todo respeito, peço desculpas aos torcedores de outras equipes, mas o título deste texto só poderia ter como tema dois personagens que se misturam e fazem parte de uma única e irretocável história. Como primeiro personagem, falo do senhor Arthur Antunes Coimbra, o brasileiro Zico. O segundo é o carro Toyota Celica 1982, um dos troféus ganhos pelo Zico, no ato da conquista do título de Campeão Mundial Interclubes, no ano de 1981, dia 13 de dezembro, madrugada no Brasil.

3 12

4 9

5 9

6 9

Zico, profissional dedicadíssimo, nascido no bairro denominado Quintino, Rio de Janeiro, em 03 de março de 1953, filho de senhor Antunes (i.m.) e da Dona Mathilde (i.m.), pai do Júnior, Bruno e Thiago, marido da senhora Sandra, avô de cinco netos, irmão do Edu, Antunes (i.m.), Tunico, Nando e Zezé, carinhosamente assim chamados por ele. Homem exemplar, conhecido e idolatrado por todos os brasileiros, independente de torcida. Quem nunca ouviu falar em D. Sandra, Senhor Antunes, D. Mathilde, “Só no Sapatinho”, enfim, a família que ele tanto ama e enaltece?

7 8

Podemos achar algumas reportagens sobre este carro, principalmente no ano de 2011, quando a conquista completou trinta anos. Um dia, elaborando alguns dos meus textos tive a inspiração e boa vontade de pensar mais profundamente sobre este carro e pelos preceitos do que denomino antigomobilismo, digo que devemos considerá-lo como o carro antigo mais querido do Brasil. Isto mesmo! BATIZO este carro como O CARRO ANTIGO MAIS QUERIDO DO BRASIL. Ou seja, uma designação única, inexplicavelmente inédita. Um carro com mais de trinta anos, original, mantido como peça de coleção. Uma raridade que por muito pouco não existiu. Naquela época, importar um carro era complicado. As leis de importação para carros eram burocráticas e Zico só conseguiu desembarcar o carro neste País no início de 1983. Por isto que o carro foi fabricado em 1982, ou seja, se não fosse o esforço do Zico, o carro seria convertido em papel moeda e, certamente, não existiria esta linda história, destas que os antigomobilistas adoram. Os jogadores do Flamengo resolveram antes da partida que qualquer premiação individual conquistada seria rateada em frações iguais. Zico ganhou o Celica como melhor jogador em campo e Nunes, outro ídolo rubro-negro, ganhou uma Toyota Carina como artilheiro em campo. O Flamengo venceu o Liverpool por 3 a 0, precisando apenas dos primeiros 45 minutos, um verdadeiro “chocolate”, dois gols do Nunes e um do Adílio, craque da Cruzada São Sebastião. Os dois jogadores, após um acordo com o grupo, ficaram com os carros. O jogo foi realizado no Estádio Nacional em Tóquio, Japão, que naquela época realizava as finais anuais do então denominado Mundial Interclubes. A montadora Toyota era a patrocinadora master da partida, inclusive chamavam o Mundial de Copa Toyota. O Flamengo se habilitou para este jogo conquistando a Copa Libertadores e o Liverpool, a Liga dos Campeões da UEFA. Bem amigos, Zico continua com o carro e Nunes vendeu o seu. Parece que o carro do Nunes felizmente ainda existe.

O Toyota Celica, modelo GT é do ano de 1982, motor 2.0, completo, menos direção hidráulica. Tem a cor prata, com pintura, mecânica e interior impecáveis, tratado de forma adequada pelo “GALINHO”. Zico nos confessou que pouco pôde aproveitar quando o carro desembarcou, pois naquele momento ele estava sendo transferido para Údine – Itália, especificamente para jogar na Udinese Cálcio. Quem andou muito no carro foi o seu irmão Edu. Na época era muito difícil arrumar peças para o carro, principalmente de acabamento, tais como, lanterna, farol, retrovisor, etc., portanto, dirigi-lo era “andar sobre ovos”. Hoje, ele tem um colaborador que faz a manutenção periódica, que é pouca, considerada normal. Lembra-se de há pouco tempo ter trocado a bateria. Segundo Zico, este carro jamais será vendido por ele. Faz parte da sua história. Particularmente acredito que será peça eterna de algum museu, provavelmente do Flamengo ou do próprio Zico.

Estive pessoalmente com o Galinho, após ter marcado um provável encontro. Mais uma vez me surpreendi, pois contava com qualquer possível desencontro, que seria compreensível. Neste momento, Zico vem trabalhando muito, seja como comentarista, como apresentador de programa, enfim, colocando o seu nome a serviço do futebol. Estávamos lá, eu, meu irmão, meus filhos e meu sobrinho, afilhado. A responsabilidade era enorme, pois “paramos” nossas vidas por tão arriscado “encontro”. O senhor Edu, irmão do Zico estava lá e estávamos naquela famosa roda de pessoas, falando sobre futebol e suas histórias. Ressaltar aqui a simpatia e enorme camaradagem do senhor Edu. Coisa de família e seus princípios. Nota-se que o futebol de craque, a educação e a humildade estão no sangue dos Antunes Coimbra. Em seguida, sentimos algo diferente acontecendo, pois o Zico estava chegando. Posso garantir que tudo para e modifica. Incrível! Tremi, pois não era um autógrafo ou uma foto. Era a apresentação, a autorização para este texto, a presença dos “bobos” (fãs boquiabertos) que levei, enfim. “Caiu a ficha”! Caramba! E agora? Gol de placa! Ficamos por quase duas horas envolvidos por aquela aura. Cada palavra deste texto passou pela vista daquele profissional, que se preocupa com sua imagem. Mais um exemplo do que é ser profissional. Acredito que uma leitura de dez a quinze minutos. Pequenas correções, mas importantes, do tipo: Mathilde com h e Tunico com u, erros da internet e da digitação, respectivamente. No final, com lágrimas nos olhos ouço: – Parabéns e obrigado pelas palavras. Tudo isto traduzido na dedicatória e assinatura no texto original. (vide foto)

8 5

Perguntei ao nosso craque qual foi o carro que mais lhe marcou na vida, evidentemente, excluindo O CARRO ANTIGO MAIS QUERIDO DO BRASIL: – Foi um Corcel 1972 GT verde, meu primeiro carro. Lembro que meu pai vendeu um Aero Willys para dar de entrada no Corcel. Este o motivo da recordação e apreço. (foto meramente ilustrativa)

9 3

Ah Zico! Como foi difícil escrever este texto. Quando poderia imaginar, mesmo sendo uma eterna criança sonhadora, que o meu ídolo, seria tema para desenvolver minhas palavras. Como seria bom fazer brotar em você um milésimo de emoção que você já me fez sentir. Lembro que na minha infância, eu e meu irmão tínhamos o uniforme completo do Flamengo. Tempos difíceis! Os uniformes tinham o número 10, o mesmo que o Zico carregava. O número 10 do short era pintado com tinta para tecido e a numeração da camisa, comprada em lojas de materiais esportivos, tinha que ser costurada. Pobre da minha mãe que vivia costurando e lavando estes uniformes. Mas, como mãe vive para ver os filhos felizes, feliz da minha mãe. Lembro que nossos gols eram narrados por nós mesmos e a voz que saía, imitava Jorge Cury e o Waldir Amaral: “Toma posição Zico. Correu, atirou é gol! Golaço! Aço, aço! ZIIIIIICÃO, o craque da camisa número 10, quando eram decorridos…” Ah meu Deus! Eu juro, nós pensávamos que éramos o Zico. O meu irmão, mais baixo, mais branquinho e, que raiva, mais habilidoso, achava que era o Zico e eu, bem moreno, também. Eu era o Zico! Nós sentíamos a dor que o Zico sentia. Até mancávamos. Quando o Zico levou aquela entrada desleal, nós queríamos bater no infeliz, depois perdoamos. Ele deu o aval. Lembro que quando meu filho mais velho nasceu, o fiz flamenguista, mas de forma coerente e inteligente (teoria do escudo – logo à frente), o fiz amante do Zico e continuei dizendo ser um craque. Eu era o Zico! Mostrava os vídeos do Zico e dizia que eu era como ele. Como novo pai, queria que meu filho sentisse orgulho de mim e, magicamente, se eu significasse uma pequena fração desta idolatria, seria um excelente começo, mesmo que depois… Vocês sabem a história do Papai Noel. Em agosto de 2000 fomos até o Centro de Futebol Zico (CFZ) ver um treino de uma seleção master do Brasil, que faria um amistoso contra a seleção master da Argentina. Era um jogo para a campanha contra o cigarro. Disse ao meu filho, na época com pouco mais de dois anos, que veríamos o Zico e aquilo foi uma “lavagem cerebral”. Ao término do treino, o Galinho, muito solícito, como sempre, colocou o hoje, futuro engenheiro civil, no colo para fazermos uma foto (confesso que fiquei envergonhado, mas queria tirar foto também. Na verdade, eu queria carregá-lo nos braços). Aí o moleque começa a perguntar insistentemente: pai cadê o Zico? Ele estava no colo do Zico perguntando onde o nosso ídolo estava. Eu fui o culpado, pois para ele o Zico, lógico, deveria parecer comigo, seu pai. Eu até hoje ainda acho que sou o Zico! Eu sou o Zico! Quando brinco de futebol com meus filhos, Riquinho e Lucas, posiciono-me como o Galinho e com a voz para dentro, lógico, narro da mesma forma: “Toma posição…” Pena que os anos não me perdoaram e a bola, na maioria das vezes…, vai no ângulo é claro. ZICO! ZICO! Imagino-me no maracanã com 150.000 pessoas. Não sei o que é melhor, este momento ou escrever.

10 1

Será que o Galinho sabe o seu significado real para os flamenguistas e amantes de futebol do Brasil e do mundo? Por mais emotivo, humilde e sábio que ele seja, penso que ele nunca conseguirá entender. “Nós” (que somos e pensamos ser o Zico) sabemos o que é ser o Zico, mas não tem jeito, nunca sentiremos o que significa ser fã do Zico. É muito difícil explicar. Eu vou aproveitar a oportunidade e confessar para minha esposa e meus filhos: Todas as vezes que os levei para ver o Zico, 10% eram para alegria de vocês, pois o restante era por mim. (Teoria do escudo – tática avançada).

Na Copa do Mundo de 2014 fui agraciado por um amigo (Guilherme) e estive presente no jogo Rússia x Bélgica, dia 22 de junho, no maracanã. Fiquei no camarote de uma empresa com cerca de outros vinte convidados. Padrão ZICO no que diz respeito à organização do espetáculo. Tudo maravilhoso e tranquilo até o momento que avistei no camarote acima o Arthur. Pronto! Não vi mais nada, Courtois, Shatov, Samedov, Koslov, Lukaku, Hazard, Fellaini, Fábio Capello, enfim, foram vistos até aquele exato momento. Não sosseguei até ir lá, falar com ele e fazer uma foto. Verdadeiramente como ninja cheguei ao seu camarote e, muito educadamente, pedi que fizesse uma foto comigo no intervalo do jogo. Inclusive, falei sobre a intenção de fazer este texto com o mesmo. Como fãs, sei que muitos já experimentaram a sensação de um autógrafo, de uma foto, uma Selfie, mas conversar com o ídolo é participar do se pensamento, da sua vida. Assim eu me senti. Fiquei louco ara reencontrar meus filhos, esposa, irmão, pai, mãe, cachorro, papagaio, amigos, “inimigos” e contar tal proeza. Já me disseram que sou um caçador de emoções e digo: Eu sou Zico!

Ás vezes eu fico muito preocupado com Zico, pois sinceramente achamos que ídolos não erram. Peço a Deus que o ilumine e guarde de todos os percalços e armadilhas desta vida, pois a sua responsabilidade perante as crianças e fãs é muito grande. Torço muito para que suas empreitadas como homem e profissional sejam sempre acertadas e vitoriosas. A verdade é que não podemos nos calar e tão pouco aceitar o “silêncio dos bons”. E assim, Zico tem feito. Zico não se furta a responsabilidade como cidadão. Sempre colocou sua fama e sabedoria a serviço dos brasileiros.

Obrigado papai Waldir por me fazer fã. Obrigado meus filhos por serem meus escudos (teoria do escudo) e acreditarem na minha epopeia. Obrigado por me darem espaço na escrita e assim me fazerem feliz. Obrigado ZICO, galinho de Quintino, maior ídolo da história do Clube de Regatas Flamengo, por me fazer mais feliz. Acredite que Henrique Moraes, Cláudio Moraes, Riquinho, Lucas, Waldir, Rosilene, Vânia, José Caetano, Maria Eduarda, Bruno Moraes, Daniele, Luiza, Sueli, “Joões e Marias”, todos somos ZICO, ou melhor, somos honrados em te conhecer e gratos por tantos anos de felicidade e dedicação.

A vocês, “Zicos” deste imenso Brasil, que quiserem conhecer o Galinho,visitem o Centro de Futebol Zico (CFZ), Av. Miguel Antônio Fernandes, 700, Recreio dos Bandeirantes – Rio de Janeiro.  Garanto que as portas estarão sempre abertas, de coração, conforme seu idealizador. Quem sabe ele não estará lá! Considero como sorte a competência de conciliar o preparo pessoal com a oportunidade do momento. Lá escutei a seguinte frase: “O camarada tem uma presença diferente. Onde ele está, fica iluminado, principalmente por sua humildade e genialidade”. Quem falou é FERA! (a foto do jogo dos amigos do Zico comprova)

11 3

Quanto ao CARRO ANTIGO MAIS QUERIDO DO BRASIL, ele está lá, reluzente, estrela de uma galáxia, uma peça sem valor monetário atribuído, patrimônio histórico de uma Nação. Uma Nação apaixonada, superior aos 33 milhões de flamenguistas e, certamente simpático aos aproximados 200 milhões de brasileiros. E se quiserem mais, pensem na Itália, cheguem até o Japão, fabricante deste carro e onde o galinho fez o futebol acontecer, onde é idolatrado como se japonês fosse. Mas eu, ou melhor, o Zico, somos brasileiros! O Zico é único e de verdade. Mas aqueles meninos continuam achando…

Agradecimentos especiais aos senhores José Matos, Wenderson Rosa, Edu Coimbra, Dr. Antônio Ricardo, Artur “fera” e ao rei Arthur Antunes Coimbra “Zico”.

SAUDAÇÕES A TODOS!

HENRIQUE MORAES

13

05 2016

CONVITE ENCONTRO DE AUTOS ANTIGOS

CCCVITE

Acontecerá dia 22 de maio de 2016, na Ilha do Governador – RJ, o 1º Encontro Anual de Carros Antigos – Bronka S/A.

PARTICIPEM!!!

12

05 2016

ESTILO VOLKSWAGEN

ESTA COLUNA APRESENTA BELÍSSIMOS MODELOS VOLKSWAGEN, NOS QUAIS, OS DETALHES E ESMERO NO ACABAMENTO FAZEM TODA A DIFERENÇA

1952 DELUXE SUNROOF BEETLE

bo52071

bo52016

bo52003

bo52005

bo52010

bo52033

bo52018

bo52008

bo52015

bo52002

bo52053

bo52040

bo52041

bo52045

bo52042

bo52043

bo52059

bo52075

bo52021

bo52108

11

05 2016

FBVA – FEDERAÇÃO BRASILEIRA VEÍCULOS ANTIGOS

10580082 708023279234831 3307359481454675140 n 10

placas sp

Após luta da FBVA, antigomobilista poderá escolher número de placa em São Paulo

Proprietários poderão fazer a escolha entre as opções disponíveis, pagando uma taxa de R$ 91,18

Com tratativas que se iniciaram em março de 2015, quando o Presidente da Federação Brasileira de Veículos Antigos (FBVA), Roberto Suga, se reuniu com o então Presidente do Detran-SP, Daniel Annenberg, foi iniciada uma relação de parceria entre as instituições e que, a partir desta semana, rende mais um fruto: agora os antigomobilistas paulistas poderão escolher os numerais de sua placa mediante pagamento de taxa de R$ 91,18.

A escolha pode ser feita de três formas: apenas as letras, apenas os algarismos ou a sequência completa. A personalização da placa, porém, só pode ser feita dentro das opções disponíveis para o estado de São Paulo, que atualmente vão de BGA-0001 a GKI-9999, e desde que já não seja usada por outro veículo.

A medida, que já ocorre em outros estados, fez parte de uma série de pautas levadas pela FBVA junto ao poder público estadual. O fim da restrição da circulação de caminhões placa preta nas rodovias estaduais aos finais de semana é outra pauta defendida pela Federação e que tramita na Alesp.

Nacional

O trabalho da FBVA junto à órgãos públicos não se restringe ao âmbito paulista, além de possuir um canal de comunicação com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), também por intermédio de Daniel Annenberg, Suga participou de reunião da Associação Nacional dos Detrans (AND), assim podendo mostrar para órgãos estaduais de todo o país o trabalho que a Federação faz para auxiliar o poder público na resolução dos problemas enfrentados por antigomobilistas.

Fonte: FBVA
Foto: Detran-SP

10

05 2016

FOTO DA SEMANA

CHEVROLET OPALA DIPLOMATA

   L

Parabéns ao proprietário pelo belo Opala.

BOA SEMANA A TODOS!!!

09

05 2016

MEMORIAL AYRTON SENNA

SENNA SEMPRE SENNA

untitled 14

04

05 2016

FOTO DA SEMANA

CHEVROLET OPALA COMODORO

Parabéns ao proprietário pelo belo Opala.

BOA SEMANA A TODOS!!!

02

05 2016

PT CRUISER MANIA

PT CRUISER

carro 08g 1

2009 chrysler pt cruiser 9

30

04 2016

FICHA TÉCNICA

12e69383d7f6877b35448fdff014b675

FORD LANDAU

Aceleração de 0 a 100 km/h: 17,4 (cambio automático)

Velocidade Máxima: 160,8 km/h

Frenagem 80 Km/h a 0: 29,8 m

Consumo: 4,3 km/L  (médio)


Motor:

Dianteiro, 8 cilindros V, 4785 cm3, Diâmetro x curso: 95 x 83,8 mm, Taxa de compressão: 7,8:1, Potência: 190 cv a 4600 rpm, Torque: 37 mkgf a 2600 rpm.

Câmbio:

3 marchas automático, tração traseira.

Suspensão:

dianteira, independente, traseira, eixo rigido.

Dimensões:

Comprimento 4,33 cm, Largura 2,00 cm,  Altura 1,46 cm, Entre-eixos 3,02 cm, Peso 1730 kg.

Preço:

Dezembro de 1970 Cr$ 48.110,00

Atualizado R$ 205.500,00 (IGP-DI/FGV)

28

04 2016

FOTO DA SEMANA

VOLKSWAGEN FUSCA

untitled 9

Parabéns ao proprietário pelo belo Fusca.

BOA SEMANA A TODOS!!!

25

04 2016

FOTO DA SEMANA

VOLKSWAGEN VOYAGE GLS

voyage 88

Parabéns ao proprietário pelo belo Voyage.

BOA SEMANA A TODOS!!!

18

04 2016

O AUTO E VOCÊ

BLOG GARAGEM DO MÁRDEL PERGUNTA

AO AMIGO

Nome: Fabrício Pessanha

Idade: 36 anos

Naturalidade: brasileiro

Onde Reside: Campos dos Goytacazes _ RJ

Profissão: Micro Empresário

4 8

1- BGM – Qual é o seu carro antigo preferido?

Saveiro Sunset 1993

2- BGM – Quando criança, qual era sua relação com o carro?

Meu pai sempre foi apaixonado por carros. Sempre estava junto com ele em oficinas, lojas de equipamentos, ele sempre teve muito bom gosto pra carros, sem contar que eu ajudava nas limpezas desde pequeno. Daí essa paixão é de berço…

3- BGM – Qual carro mais marcou sua infância, adolescência e juventude?

No caso da infância foi um Opala Coupe 79, branco que meu pai era proprietário e eu adorava ficar dentro do carro ouvindo musica dos anos 70 e 80.

Já na adolescência e juventude foi uma Saveiro  Sunset  que meu vizinho tinha comprado zero km de uma concessionária aqui da cidade….eu era louco naquele carro e falava que quando eu pudesse eu teria uma, não importava o tempo que iria levar para comprá-la….

4- BGM – Com que idade aprendeu a dirigir, qual carro e de quem era?

Aprendi a dirigir com 16 anos em um Kadett 1993 que era do meu avô.

5- BGM – Qual foi seu primeiro carro, que idade tinha? Fale um pouco dele.

Meu primeiro carro foi um Fusca 1981 que era do meu pai e ele passou pra mim, eu tinha na época 17 anos de idade.

Tinha um motor 1600, de som um Toca Fitas Roadstar tecla azul e um equalizador Tojo GR100…..onde passava roubava olhares..

6- BGM – Conte algum fato a bordo de um carro que marcou sua vida.

O meu casamento onde fui casar no meu Dodge Charger RT 75 amarelo!

7- BGM – Que carro atual de uso diário você tem e o que acha dele?

Eu sou fã da Volkswagen e tenho de uso um Golf  Editon Limited, gosto muito do carro.

8- BGM – Como vê o movimento do Antigomobilismo no Brasil?

As vezes vejo como um negócio, mas não é o meu caso, tenho isso como um Hobby.

9- BGM – Participa de algum clube de veiculo antigo? Fale um pouco dele.

Nao participo, mas frequento  todos os evento que posso estar presente, gosto muito de fazer novas amizades.

10- BGM – Deixe uma mensagem aos amigos antigomobilistas e leitores deste Blog!

Agradeço pela oportunidade  e desde já parabenizo todos os antigomobilistas do Blog e leitores também!

ABAIXO  FOTOS DOS CARROS DO FABRíCIO

3 11

1 5

33 1

55 1

9 2

7 7

untitled 13



15

04 2016

ESPAÇO HENRIQUE MORAES – TERESÓPOLIS – RJ

ÁGUAS DE LINDÓIA X VINHEDO

ENCONTRO BRASILEIRO X ENCONTRO PAULISTA

ESPERO A VITÓRIA DO ANTIGOMOBILISMO.

KLKLkLS

klksalakas

Em 13 de janeiro de 2014 noticiamos aqui a saída do tradicional Encontro Paulista de Autos Antigos na cidade de Águas de Lindóia. Na ocasião, levantei o fim de um casamento longínquo. Colocamos em questão alguns fatores, tais como financeiro, político e logicamente a vontade e explicação dos organizadores. Neste ano, preocupantemente, teremos o encontro de datas do evento acima citado em outra cidade, com aquele que tomou seu lugar em Águas de Lindóia, Encontro Brasileiro de Autos Antigos. Pela primeira vez acontecerá tal coincidência de datas. O Encontro Paulista em sua XXI edição será em Vinhedo, São Paulo.O Encontro Brasileiro, III edição continuará em Águas de Lindóia, São Paulo, ambos confirmados para o período de 21 a 24 de abril de 2016.

untitled 11

Sempre estive preocupado com os rumores que apareceram ao longo destes aproximados três anos. Considerava excelentes os eventos denominados Encontro Paulista de Autos Antigos em Águas de Lindóia, uma união perfeita para o antigomobilismo, embora houvesse muitas discordâncias por parte de muitos. Particularmente, muito pouco sei sobre os meandros deste encontro para poder colocar os fatos numa visão mais abrangente e justa. São muitos os fatores e setores a serem considerados e ouvidos, principalmente na magnitude de eventos deste porte. Temos os expositores de autos, vendedores de peças, vendedores de carros, turistas, comércio local, rede hoteleira, rede de restaurantes, enfim, uma gama de participantes diretos e indiretos. Sem falar no essencial apoio político do executivo e do legislativo. Considerações importantes e primordiais para o conhecimento do que tratamos. Por isto, seguem as perguntas de sempre: O que aconteceu de fato? Quem errou e quem acertou? Todos acertaram? Talvez ninguém tenha errado, ou seja, cada um seguiu o seu caminho e intuição.

untitl12 2

Por outro lado, o Encontro Brasileiro vem fazendo o seu “dever de casa”, pois assumindo o evento de Águas de Lindóia, pelo que me consta, não deixou a famosa “peteca” cair. Uma tremenda responsabilidade! Também ressalto que digo aqui o que chega aos meus ouvidos, pois não tenho conhecimento adquirido sobre tal evento, nas suas duas edições anteriores. Falo pelo que ouço das pessoas que conversei até o momento, coberturas e comentários postados de pessoas dos vários setores envolvidos, que participam dos eventos de Águas de Lindóia há muitos anos, ainda sob a administração anterior, embora sejam eventos com “almas” diferentes.

llek elw 1

Na realidade, nunca devemos apagar o sucesso que Águas de Lindóia alcançou no cenário brasileiro do antigomobilismo, transformando-se, talvez, no mais importante evento de carros antigos do Brasil, um dos maiores da América Latina. Méritos para a administração da família Carratu, se assim podemos dizer. Certamente o casamento perfeito entre idealizadores e cidade. Um local glamoroso, perfeito! Praça ao redor de um imenso lago, muito verde, rede hoteleira muito próxima, cidades vizinhas com comércios atrativos para as senhoras, enfim, tudo conspirando para o sucesso. O evento de Águas de Lindóia caiu nas graças de todos. Os mais abonados certamente participaram de muitas edições do belíssimo evento. Sim, sempre foi considerado um evento clássico, com uma vasta, competente e agradável programação. Lembro que no ano em que participei de tudo, tendo adquirido o kit e presenciado cada minuto do evento, fiquei muito satisfeito, inclusive pregando que o valor cobrado por tal pacote embora não fosse barato, fazia jus a cada centavo, apropriadamente por sua qualidade em todos os aspectos. Devemos respeitar as festas produzidas pelos outros. O que pode ser alto para alguns, pode ser razoável para outros tantos. Tantos que perfazem uma quantidade mínima para a realização do evento. Foi lá que vi a maior quantidade de Cadillac exposta. Lindo demais! Quando achei que o custo não estava “pari passu” com minhas condições e prioridades deixei de ir. Acho até hoje que os hotéis praticam valores altos. Embora, concorde que sejam bons. Podia ser um pouco mais barato! Mas, contrariar a lei da oferta e da procura? Pelo que sei, mesmo em tempos de crise, a demanda continua alta, haja vista que as vagas praticamente se esgotaram.

rf 1

Com relação ao Encontro de Vinhedo, será a primeira edição neste local. Este é um fator preocupante, pois o conhecimento e experiência dentro do espaço são fundamentais. Campos do Jordão, cidade reconhecida pela atratividade turística, pelo que consta, não foi uma boa experiência. Espaços muito separados para expositores, rede hoteleira, em sua maioria, afastada do evento e preços altos, inclusive nas refeições. Enfim, segundo visitantes, uma bela visita a cidade, mas uma grande divisão para todos. Infelizmente, a sombra do evento da cidade de Águas de Lindóia sempre existirá. Sempre haverá um comparativo cruel e desleal. Aquele evento acabou. Ponto final! Se este ou aquele é ou foi melhor, cabe o julgamento de cada um. Não adianta colocarmos palavras, adjetivarmos o que não conhecemos, nem será possível entender. O Encontro Paulista de Autos Antigos precisa encontrar o seu lugar ideal. Devemos torcer pelo sucesso deste evento, pois é de grande importância para o cenário do antigomobilismo brasileiro e certamente mundial. Sabemos do apreço de muitos grandes colecionadores por este evento e, evidentemente, da importância destes para a continuidade deste belíssimo hobby, que tanto gostamos e fazemos parte. Muitas pessoas querem o fim do antigomobilismo de luxo, achando que a chegada dos menos abonados significará o crescimento e manutenção. Digo que não necessariamente. O que deve mudar é o respeito pelas pessoas. Não é questão de dinheiro, de carro, de posição social. É questão de qualidade, de responsabilidade, de visão clara dos fatos. Ricos ou pobres, sem educação e despreparados sempre serão considerados estorvos em qualquer lugar. O que seria do rico se não existisse o mais necessitado? O que seria do pobre, remediado, ou antiga classe média, se assim houver, se não existisse o mais abonado com suas necessidades. Eu mesmo digo: o que seria da minha empresa se não houvesse os maravilhosos clientes com suas conquistas, seus projetos?

Sempre torcerei pelo crescimento do antigomobilismo. Precisamos unir todos os esforços cabíveis na tentativa de fazermos, cada vez mais, um antigomobilismo forte e alegre. Carros em locais sombrios adquirem “pneumonia” e, nós, aquela maldita frieza. Uma frieza que não nos interessa tão pouco nos cativa. Por isto, embora acredite na divisão, por conta do acontecimento de dois grandes eventos na mesma data, fico na expectativa e esperança de sucesso para ambos. Como disse anteriormente, que a verdade seja colocada sobre a mesa e que os competentes e verdadeiros sejam abençoados. Espero que o vencedor seja o antigomobilismo e seus fiéis seguidores. Sejam expositores, organizadores, amantes, colaboradores, patrocinadores, enfim.

dkldklds 1

O final deste quebra-cabeça ainda está longe, mas a exposição de outras importantes peças muito próxima. Veremos então, mais um importante capítulo desta extensa novela, escrita por diversos atores, alguns protagonistas, outros coadjuvantes, e muitos expectadores, simples como eu. Boa sorte a todos e que não haja perdedores. Que vença a correção de valores e princípios. Torcemos pelo acerto e para que as relíquias continuem com seus lugares de destaque, seja aqui ou ali, ou melhor, em todos os lugares, cada vez mais. No final, ÁGUAS DE LINDÓIA + VINHEDO + CAMPOS DO JORDÃO + ENCONTRO PAULISTA + ENCONTRO BRASILEIRO.

SAUDAÇÕES A TODOS!

HENRIQUE MORAES

13

04 2016

ESTILO VOLKSWAGEN

ESTA COLUNA APRESENTA BELÍSSIMOS MODELOS VOLKSWAGEN, NOS QUAIS, OS DETALHES E ESMERO NO ACABAMENTO FAZEM TODA A DIFERENÇA

1964 BEETLE COVERTIBLE

dinubi41

dinubi43

dinubi28

dinubi27

dinubi38

dinubi34

dinubi33

dinubi24

dinubi35

dinubi36

dinubi25

dinubi26

11

04 2016

FOTO DA SEMANA

DODGE MAGNUM

LLL

Parabéns ao proprietário pelo belo Magnum.

BOA SEMANA A TODOS!!!

10

04 2016

VÍDEOS DE COMERCIAIS ANTIGOS

08

04 2016

ENCONTROS DE VEICULOS ANTIGOS

ENCONTRO SÃO MARCOS

untitled 8

1 3

2 7

3 9

4 6

5 8

6 8

7 5

8 4

10

11 2

9

06

04 2016

MEMORIAL AYRTON SENNA

SENNA SEMPRE SENNA

12915076 10154196100984271 655583030 o 860x430

Ayrton Senna ganha estátua de aço da Trumpf em homenagem aos 56 anos

A TRUMPF, líder mundial em alta tecnologia para corte e processamento de chapas metálicas, entregou na última semana uma estátua de Ayrton Senna em aço para o Instituto que leva o nome do piloto tricampeão mundial de F-1. A homenagem foi feita ao maior ídolo do automobilismo brasileiro, que completaria 56 anos em 21 de março.

Medindo 1,76 m (a mesma altura de Senna), a escultura de aço foi cortada a laser por uma máquina inteligente e que possui uma das mais avançadas tecnologias de processamento de chapas metálicas. A máquina, conhecida como “TruLaser 5030 fiber”, representa a maior inovação no uso eficiente da energia do laser em estado sólido.

“Escolhemos o piloto Ayrton Senna para representar o Brasil, pois ele personifica os ideais seguidos pela TRUMPF. Seja no automobilismo, onde buscava sempre melhorar a performance e distanciar-se ainda mais dos concorrentes; seja na área social, onde se dedicava com humildade, Senna foi e sempre será um símbolo de perseverança, dedicação e paixão que, para nós da TRUMPF, é um exemplo diário a ser seguido”, afirma João Carlos Visetti, diretor-presidente da TRUMPF do Brasil.

A estátua de Ayrton Senna fez parte da exposição Rota da Fama, apresentada pela primeira vez na edição de 2015 da FEIMAFE – Feira Internacional da Indústria de Máquinas-Ferramenta e Sistemas Integrados de Manufatura. Além de Ayrton Senna, a lista de personalidades homenageadas inclui Charles Chaplin, Mick Jagger e outros ícones conhecidos mundialmente.

04

04 2016

FOTO DA SEMANA

CHEVROLET OPALA

opala1975

Parabéns ao proprietário pelo belo Opala.

BOA SEMANA A TODOS!!!

03

04 2016

CONVITE ENCONTRO DE AUTOS ANTIGOS

17 04 16

Acontecerá dia 17 de abril de 2016, na cidade de Blumenau – SC, o 18º Sul Brasileiro de Fuscas.

PARTICIPEM!!!

01

04 2016

PERDIDOS NO TEMPO

VOLKSWAGEN GOL

golpreto marcelokt

31

03 2016

PT CRUISER MANIA

PT CRUISER

Pt cruiser brancao para noiva

1507806 496208670499788 1483163413 n

30

03 2016

PÉ NA TÁBUA 2016

ptn 4 1

COMEÇANDO O GRANDE ESPETÁCULO

10391871 1077811502282210 624476246227668215 n

996676 1077201739009853 2136144246787401271 n

10404421 1079983105398383 6450403536869869834 n

12919805 1079918262071534 6483189610693812479 n

12417544 1079661375430556 8170703291803429964 n

12321398 1079759348754092 1909254728833824735 n

12523878 1078849912178369 3578799460918559267 n

10628091 1076400429089984 3142715425538509397 n

29

03 2016

FOTO DA SEMANA

SM SANTA MATILDE

gffds

Parabéns ao proprietário pela bela Santa Matilde.

BOA SEMANA A TODOS!!

28

03 2016

VÍDEOS DE COMERCIAIS ANTIGOS

27

03 2016

FBVA – FEDERAÇÃO BRASILEIRA VEÍCULOS ANTIGOS

10580082 708023279234831 3307359481454675140 n 9

11168006 977019925668497 606716313997523214 n

O Presidente da FBVA, Roberto Suga, juntamente com o antigomobilista e Deputado Federal Antônio Goulart, estiveram com o Dr. Antoniony Lopes Alves da Silva (centro), do Denatran em Brasília. Eles solicitaram a suspensão da restrição do licenciamento dos automóveis de passeio de coleção movidos a diesel, com mais de 30 anos, que estão sendo importados pelos colecionadores brasileiros e impedidos de circular nas vias públicas do país. O assunto será tratado na Câmara Temática do Denatran.

25

03 2016

VÍDEOS LEGAIS DA INTERNET

COMBOIO F N M

23

03 2016

ESPAÇO VOLKSWAGEN

FABRICAÇÃO DE UM VOLKSWAGEN

21

03 2016